A Narc Frutas é uma cooperativa de comércio e produção de Pêra Rocha e vários tipos de maçã, situada na zona Oeste.

Com um consumo energético proveniente em larga maioria de 32 câmaras frigoríficas com atmosfera controlada e dinâmica, num total de 7.500 toneladas de frio, a aposta na geração de energia renovável surgiu de forma natural para a empresa reduzir a fatura energética.

Segundo as contas da Narc Frutas, a energia representa 10% do custo total de produção das frutas, desde a sua apanha até à sua comercialização.

A parceria com a Helexia, empresa que custeou toda a instalação fotovoltaica, acabou por representar um acréscimo de vantagens, dado ter evitado que a Narc Frutas tivesse de investir do seu próprio capital, como, de resto, salienta Luís Siopa, engenheiro agrónomo da empresa: “A parceria com Helexia permite-nos aproveitar os fatores naturais, utilizando os painéis fotovoltaicos, sem termos que investir o nosso capital”.

A potência instalada da central é de 317 kWp e a produção anual estimada de 470 MWh. Isto permite baixar a fatura energética e diminuir a pegada de carbono em 212 toneladas de CO2/ano.

“A Helexia investe em soluções locais personalizadas para produção e utilização de energia renovável no seu negócio. Sem ter de desviar capital do seu core business, a empresa pode ter acesso ao autoconsumo de energia limpa através da instalação de centrais fotovoltaicas ou carports solares”, explica a Helexia.

Leia também:

Maçãs mais naturais produzidas com energia limpa

Artigo anteriorO que os europeus estão dispostos a fazer para combater as alterações climáticas?
Próximo artigoComboio inspira livro de aventuras verídicas lançado esta semana

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of