A Iveco e a Air Liquide assinaram um memorando de entendimento para desenvolver a mobilidade a hidrogénio na Europa.

O objetivo é aproveitar as competências das duas empresas de forma complementar: neste projeto, a Air Liquide assegurará a cadeia de valor do hidrogénio, desde a produção e armazenamento até à sua distribuição, ao passo que a Iveco fornecerá soluções de transportes.

Ambos os parceiros irão alocar meios e recursos ao estudo da implementação de camiões de longo curso elétricos a células de combustível, juntamente com a criação de uma rede de postos de reabastecimento de hidrogénio renovável ou com baixo teor de carbono, ao longo dos principais eixos viários de transporte transeuropeus.

Esta parceria está em consonância com a presente colaboração das empresas no projeto HyAMMED – Hydrogène à Aix-Marseille pour une Mobilité Ecologie et Durable, no sul de França, que visa desenvolver a primeira frota europeia de camiões elétricos de 44 toneladas a células de combustível, associada ao primeiro posto de abastecimento de hidrogénio de alta pressão, com capacidade de uma tonelada/dia, visando a descarbonização da mobilidade dos transportes de carga de longo curso na Europa.

“O hidrogénio pode contribuir significativamente para a redução das emissões do setor dos transportes, uma vez que é particularmente adequado para veículos pesados de longo curso”, defende a Air Liquide.

“Estamos empenhados no desenvolvimento de uma economia baseada no hidrogénio, pelo que encaramos com entusiasmo a colaboração com a Air Liquide no estudo de uma forma mais eficaz de fornecer aos operadores este combustível alternativo de transporte sustentável”, afirma Luca Sra.

O Presidente indigitado da Unidade de Negócio de Camiões do Grupo Iveco diz que “é fundamental que todos se concentrem em atingir objetivos globais de zero emissões líquidas, trabalhando em conjunto para dotar a indústria de um impulso ainda mais forte na consecução deste objetivo”.

Para Matthieu Giard, Vice-Presidente e membro do Comité Executivo de supervisão das atividades de Hidrogénio da Air Liquide, “o hidrogénio pode contribuir significativamente para a redução das emissões do setor dos transportes, uma vez que é particularmente adequado para veículos pesados de longo curso. A Air Liquide orgulha-se desta cooperação com uma marca de referência como a Iveco, no sentido de explorar a melhor forma de colocar em marcha esta verdadeira revolução. De acordo com os seus objetivos de sustentabilidade, a Air Liquide atua em favor do desenvolvimento de ecossistemas de hidrogénio e contribui para a existência, a curto prazo, de uma sociedade com baixo teor de carbono”.

Artigo anteriorO mais forte reator nuclear da Europa está na Finlândia
Próximo artigoCentro Gulbenkian vai estudar efeitos das alterações ambientais na saúde