A preocupação com o ambiente toca todas as atividades e na montra tecnológica que é o Consumer Electronics Show (CES) 2022 a sustentabilidade dos recursos foi tema presente, direta ou indiretamente.

Foi o caso da LG Electronics que, entre as diversas inovações da empresa reveladas para o novo ano, a empresa revelou o lançamento de um prémio cujo enfoque é a defesa do ambiente.

Como funciona o prémio de ambiente Life’s Good Award

Para incentivar a inovação nas áreas de sustentabilidade e inclusão em 2022, a LG prepara-se para lançar o “Life’s Good Award” com os temas “Innovation for Earth” e “Innovation for All” de forma a encontrar ideias para minimizar o impacto das atividades humanas no meio ambiente e fazer com que os produtos LG sejam mais acessíveis e fáceis de usar.

O Prémio Life’s Good Award irá basear-se em dois tópicos: primeiro, a “Inovação pela Terra”: inovação para minimizar o impacto ambiental, numa tentativa de alcançar o desperdício zero, sistemas de circuito fechado, reduzindo as emissões de gases com efeito de estufa e enfrentando as alterações climáticas.

Segundo tópico, “Inovação por Todos”: inovação para assegurar que os produtos sejam de fácil acesso e uso para todos.

A LG irá selecionar ideias tecnológicas que contribuam para o desenvolvimento sustentado, e atribuir ao vencedor um prémio de até um milhão de dólares, a partir de 2023.

Um milhão de dólares – este é o valor máximo que será concedido aos participantes vencedores, sendo que, ao longo do ano, serão anunciados mais detalhes desta iniciativa.

Ainda no âmbito da sustentabilidade e do CES 2022, a LG detalhou os seus esforços para criar uma experiência de utilização mais sustentável no futuro e deu exemplos de como os seus diferentes equipamentos reduzem o seu impacto ambiental, por vezes, recorrendo a soluções simples.

Um exemplo são as inovações de poupança de energia incorporadas no frigorífico InstaView, cuja porta transparente, com apenas dois toques, permite ver o interior do equipamento, evitando repetidas aberturas que provocam perda de energia, obrigando o frigorífico a trabalhar mais.

Outro exemplo focado de preocupação com o ambiente é o aumento da utilização de materiais reciclados nas embalagens de produtos, como as barras de som (soundbars) LG, e a redução dos componentes plásticos nas LG OLED TVs.

Após 2022, a companhia espera introduzir mais de 600 mil toneladas de plástico reciclado nos seus processos de produção e aumentar a recuperação de lixo eletrónico para oito milhões de toneladas até 2030.

Projetos para promover a inclusão

A empresa sul-coreana afirma ainda que a inclusão é “também fundamental para o crescimento da LG enquanto marca” e, tendo esse objetivo em mente, a empresa está focada em investir em Accessibility Advisory Councils em diferentes mercados.

Os conselhos são formados por especialistas em acessibilidade e pessoas que convivem com deficiências, desempenhando um papel crítico no aconselhamento que dão à LG à medida que esta desenvolve produtos para uma experiência de utilização mais inclusiva, como comandos de voz e rótulo em Braille.

Artigo anteriorProdução de hidrogénio renovável em Sines avança com o projeto GreenH2Atlantic
Próximo artigoMondelez vai produzir bolachas de forma mais sustentável

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of