A Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos (UVE) analisou as vendas finais de veículos elétricos e híbridos Plug-in em Portugal, em 2021, concluindo que, em termos mensais a quota de dezembro de 2021 deste grupo de veículos (BEV e PHEV) cifrou-se nos 26%. Ou seja, mais de um quarto de todos os veículos vendidos em Portugal, na categoria dos ligeiros de passageiros foram BEV ou PHEV.

Em termos anuais, em 2021, essa quota atingiu os 20%, “portanto um em cada cinco automóveis ligeiros de passageiros vendidos em Portugal foi um veículo elétrico (BEV ou PHEV)”, diz a UVE.

Na totalidade do ano de 2021 os veículos com motores que utilizam combustíveis fósseis caíram 6,4% em relação a 2020.

UVE salienta valorização de BEV e PHEV

Pelo contrário os veículos elétricos ligeiros de passageiros (BEV+PHEV) continuam em terreno positivo, “tendo valorizado em dez dos doze meses do ano, fechando o ano de 2021 com uma valorização homóloga de 47,4% face a 2020, tendo vendido 29.033 veículos elétricos, um novo recorde anual de vendas de VE em Portugal”, salienta a UVE.

Se considerarmos apenas os veículos elétricos ligeiros de passageiros (BEV) houve um crescimento homólogo de 70,7%, informa a UVE.

Por marcas, em termos de BEV, a Tesla foi a mais vendida. O “top 5” é o seguinte, de acordo com a elaboração da UVE:

MarcaJan-Dez 2021
Tesla1612
Peugeot1545
Renault1182
Hyundai1111
Nissan1087
Fonte: UVE. Vendas de ligeiros de passageiros 100% elétricos (BEV) em Portugal, em 2021

Em jeito de balanço, a UVE qualifica 2021 como “mais um ano fantástico para a mobilidade elétrica em Portugal”, destacando o forte crescimento dos 100% elétricos, “tendência que parece ter vindo para se impor, fruto da oferta atual de modelos e versões – mais de 120 – mas também da autonomia que já apresentam os elétricos puros que ultrapassa os 600 km e mesmo os 700 km (WLTP) e com uma autonomia média dos modelos atualmente à venda em Portugal a situar-se nos 400 km”.

Fatores que favorecem crescimento

Na perspetiva da associação, que passou a ter um estatuto de Entidade de Utilidade Pública, outros fatores que têm um relevante contributo no estímulo das vendas junto dos consumidores são a manutenção dos incentivos à compra de EV, a isenção do Imposto Sobre Veículos (ISV) e do Imposto Único de Circulação (IUC), os benefícios fiscais para as empresas (dedução do IVA), a discriminação positiva dos EV no estacionamento em muitas das principais cidades do país, os descontos na travessia das pontes Vasco da Gama e 25 de abril na travessia do rio Tejo (Via Card) e a oferta de carregamento em muitas das unidades hoteleiras do país – “o que tem sido um fator importante na hora da escolha da unidade hoteleira por parte dos utilizadores de veículos elétricos”, sublinha a UVE.

“Por último, mas com não menos importante, a expansão da Rede Nacional de Carregamento para Veículos Elétricos que conta atualmente com mais de 1.000 pontos de carregamento rápido, super-rápido e ultrarrápido (50 kW, de 100 kW a 150 kW e de 160 kW a 350 kW) e mais de 6.000 pontos de carregamento normal (3.7 kW, 7.4 kW, 11 kW e 22 kW), no conjunto da Rede Pública de Carregamento sob gestão da Mobi.e e das diversas Redes sob gestão Privada – Tesla, Continente Plug & Charge, Power Dot (para TVDE’S) e de diversos concessionários (VW, BMW, Renault, Porsche, etc.) -, que complementam a atual oferta, para quem necessita de carregar no espaço público ou em viagens”, diz a associação.

Para 2022, as expectativas da UVE são de uma ainda maior aceleração das vendas de VE. “É urgente a eletrificação dos transportes rodoviários e a transição energética como forma de mitigarmos os impactos negativos das alterações climáticas. Todos podemos fazer algo, começando, desde logo, pela adoção de um Veículo Elétrico e deixando de consumir combustíveis fósseis, responsáveis por uma parte importante das emissões de gases com efeito de estufa”, conclui a associação.

Artigo anteriorEmergência ambiental é prioritária para profissionais de todo o mundo
Próximo artigoMercedes-Benz em Portugal: vendas de EV e PHEV representam 39%

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of