Uma grande maioria das pessoas adultas afirma querer viver de forma mais sustentável no ano que acaba de começar – 83% em comparação com 81%, referente ao ano de 2021. Estes são dados revelados pelo segundo relatório anual One Green Step, conduzido pela Garnier, onde foram inquiridas mais de 29 mil pessoas, com idades compreendidas entre os 6 anos e +60 anos, em nove países. Em destaque estão os EUA e a Alemanha onde quase nove dos dez adultos participantes (88%) afirmou que 2021 sensibilizou-os para a adoção de comportamentos mais ecológicos.

O estudo foi conduzido pela Opinion Matters em novembro/dezembro para a Garnier, com a participação de 29.669 inquiridos provenientes dos EUA, Reino Unido, Espanha, Alemanha, Emirados Árabes Unidos, Brasil, Índia e Indonésia.

Comparativamente com o período homólogo de 2021, o relatório aponta um aumento de mudança contínuo rumo a escolhas mais sustentáveis em 2022.

Os principais motivos incluem uma maior consciência dos riscos iminentes ligados às mudanças climáticas (40% no geral, observando-se uma subida para 54% na Indonésia e uma descida para 33% nos EUA), e o interesse em saber mais sobre o tema, demonstrado em 2021 (37%).

A família é outro dos motivos. Quase um em três adultos participantes no estudo (30%) afirma que quer ser mais sustentável para proteger o futuro dos filhos, subindo para 35% no Brasil. A diferença é grande face há um ano: numa pergunta semelhante feita há 12 meses, apenas 16% dos participantes disseram que ter filhos significava estarem cientes de que tinham de agir.

Segundo este inquérito, durante o ano de 2021, alguns adultos deram passos em função da adoção de um estilo de vida mais sustentável, aumentando a reciclagem (61%) e reduzindo a duração dos duches (42%).

A vontade de diminuir o consumo de plástico também surge no topo das prioridades da maioria dos participantes neste estudo, sendo que, à semelhança de 2021, também 67% das pessoas se comprometeram a reduzir o uso de plástico.

De qualquer modo, o estudo evidencia que apenas 5% considera já estar a agir de forma sustentável. No entanto, mais de uma em cada oito pessoas afirmou ter tido dificuldades em fazer escolhas ecofriendly no ano passado, e apenas 30% diz estar preparado para tomar medidas pelo planeta neste momento.

Artigo anteriorE você? Já consome pescado de origem sustentável?
Próximo artigoApoio para edifícios mais sustentáveis: para onde está a ir o dinheiro?

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of