A Água Serra da Estrela desenvolveu aquele que é, em Portugal, o primeiro garrafão feito com plástico 100% reciclado (RPET). Segundo avança a marca, a nova embalagem de 6L é feita de garrafas e permite reutilizar plástico equivalente ao de 8 garrafas de 33cl.

Esta é mais uma das iniciativas promovidas pela Água Serra da Estrela no âmbito da sua estratégia de sustentabilidade. O lançamento do novo garrafão, associado à mensagem “este garrafão é feito de garrafas”, serviu para a empresa apelar aos consumidores que continuem a depositar as garrafas no ecoponto amarelo.

Em termos estéticos, por ser feito de plástico 100% reciclado, este novo garrafão de 6L é ligeiramente menos transparente do que as embalagens tradicionais. Uma característica que, como é óbvio, não tem qualquer influência na qualidade da água.

Ao mudar a matéria-prima que utiliza na produção dos seus garrafões a Água Serra da Estrela prevê conseguir evitar o uso anual de mais de 150 toneladas de plástico novo. Isso vai acabar por diminuir em 70% a pegada de carbono das embalagens de 6L da marca, lê-se em comunicado.

A preocupação com as questões ambientais

Se há algo que tem marcado o percurso da Água Serra da Estrela enquanto empresa é a seu forte compromisso face à sustentabilidade. Ao longo dos últimos 11 anos o grupo tem-se mostrado atento às questões ambientais ao cortar em 39% a gramagem de plástico das suas garrafas. Já em 2017 decidiu passar a incorporar 25% de plástico reciclado em todas as suas garrafas plásticas, também elas 100% recicláveis.

Recentemente, com o lançamento do primeiro garrafão feito de plástico reciclado (RPET) em Portugal, a Água Serra da Estrela voltou a reforçar o seu compromisso de incorporar cada vez mais plástico reciclado nas suas embalagens. Além disso, a marca também usou esta iniciativa para potenciar a sua circularidade e garantir uma redução consistente da pegada ambiental. 

“A Água Serra da Estrela, captada na nascente mais alta de Portugal em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, tem num dos seus pilares de posicionamento a sustentabilidade”, afirma Joana Ferreira. “Enquanto grupo, promovemos a nossa diferenciação e contribuímos de forma positiva para os desafios coletivos em matéria ambiental e na promoção de uma economia circular”, garante a Strategic Marketing Manager Refrigerantes e Águas. 

Artigo anteriorPortugal tem 21M€ para a transição energética no setor das pescas
Próximo artigoSustentabilidade ambiental no currículo das instituições de ensino

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of