A Stellantis e a LG Energy Solution anunciaram a assinatura de acordos vinculativos e definitivos para criar a primeira fábrica de baterias, em grande escala, destinadas a veículos elétricos e a utilização doméstica, no Canadá.

A joint-venture irá produzir células e módulos de baterias de iões de lítio, com tecnologia de ponta, para satisfazer uma parte significativa das necessidades de produção de veículos da Stellantis na América do Norte.

A joint-venture irá investir mais de cinco mil milhões de dólares canadianos (cerca de 4,1 mil milhões de dólares norte-americanos ou 3,7 mil milhões de euros) para estabelecer as suas operações, que incluirão uma nova fábrica de baterias em Windsor, cidade da região do Ontário, no Canadá.

As obras de construção da unidade fabril deverão arrancar ainda este ano, estando previsto que as operações de produção se iniciem no primeiro trimestre de 2024.

A fábrica pretende alcançar uma capacidade de produção anual superior a 45 gigawatts por hora (GWh), prevendo-se que crie cerca de 2.500 novos postos de trabalho em Windsor e nas áreas circundantes.

Com a fábrica de baterias localizada em Windsor, Ontário, onde se situa o maior cluster automóvel do Canadá, a Stellantis e a LG Energy Solution esperam que a fábrica sirva de catalisador para o estabelecimento de uma forte cadeia de fornecimento de baterias na região.

O Canadá está empenhado em criar um ecossistema local de baterias alargado, aproveitando, entre outros aspetos, a sua liderança na produção de eletricidade a partir de fontes renováveis.

A Stellantis anunciou planos para alcançar, até 2030, vendas anuais globais de veículos elétricos a bateria de cinco milhões de unidades, atingindo 100% do mix de vendas de automóveis de passageiros BEV na Europa e 50% do mix de veículos ligeiros e de light duty trucks BEV na América do Norte.

A Stellantis visa também aumentar em 140 GWh a capacidade de aprovisionamento de baterias, para cerca de 400 GWh, com cinco ‘giga-fábricas’ de baterias, juntamente com contratos adicionais de fornecimento.

Com os mais recentes anúncios, a LG Energy Solution garante, agora, uma capacidade de produção anual superior a 200 GWh na América do Norte, traduzindo-se na produção de 2,5 milhões de veículos elétricos de elevado desempenho.

A fabricante de baterias já anunciou planos para investir cerca de 4,6 mil milhões de dólares norte-americanos (4,2 mil milhões de euros) em instalações de baterias na América do Norte.

Mais um passo para Stellantis alcançar 50% de vendas de elétricos na América do Norte até final da década

“A nossa joint-venture com a LG Energy Solution representa mais um passo para alcançarmos o nosso agressivo mapa de eletrificação na região, tendo como objetivo atingir 50% das vendas de veículos elétricos a bateria nos EUA e Canadá até ao final da década”, afirmou Carlos Tavares, CEO da Stellantis.

“Através desta ‘joint-venture’, a LG Energy Solution será capaz de se posicionar como um ‘player’ crítico na construção de cadeias de valor energético verde na região”, referiu Youngsoo Kwon, CEO da LG Energy Solution. “A criação de uma ‘joint-venture’ para o fabrico de baterias no Canadá, reconhecida como uma das principais nações em matéria de recursos energéticos renováveis, é fundamental para a LG Energy Solution, uma vez que pretendemos alimentar um cada vez maior número de veículos elétricos em todo o mundo”.

“O anúncio de hoje referente a uma instalação líder mundial, em Windsor, para a construção de baterias para veículos elétricos é um investimento nos nossos trabalhadores, nas nossas comunidades e no nosso futuro. Parcerias como estas são fundamentais para criar novos postos de trabalho e colocar o Canadá na vanguarda da economia limpa. Ao trabalharmos em conjunto, estamos a criar milhares de novos empregos, fazendo a diferença na vida das pessoas no presente e garantindo que as gerações futuras tenham um ambiente limpo para viver”, apontou Justin Trudeau, Primeiro-Ministro do Canadá.

“A Stellantis é o maior empregador de Windsor e tem uma história rica nesta comunidade. A Chrysler iniciou as operações nesta comunidade em 1925 e empregou gerações de trabalhadores de Windsor-Essex nas suas instalações. Com este anúncio, estamos a assegurar o futuro de milhares de trabalhadores locais e a assegurar a localização estratégica de Windsor como a casa do futuro dos veículos elétricos do Canadá. À medida que o mundo muda a agulha para os veículos elétricos, Windsor será, em breve, o lar da fábrica de baterias que alimenta tudo”, diz Drew Dilkens, Presidente da Câmara de Windsor.

Artigo anteriorDon’t Look Up, filme que incentiva à mudança a pensar no Planeta
Próximo artigoEspinho “voa” para a micromobilidade com a Bird

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of