A Bolt assinou com a Câmara Municipal do Porto um acordo para a introdução de soluções de mobilidade suave (trotinetes e as bicicletas elétricas) na cidade Invicta, com uma licença válida para os próximos cinco anos.

Com a vitória no concurso aberto pelo município, a operadora irá investir numa frota de 700 veículos, que estarão disponíveis por toda a cidade.

Santiago Páramo, responsável de micromobilidade da Bolt em Portugal, afirma que “é muito recompensador podermos dizer que vamos operar na segunda maior cidade do país. As nossas soluções de micromobilidade chegaram a Portugal apenas há dois anos, mas desde sempre que um dos nossos maiores objetivos passa por solidificar a nossa presença a norte do país, com o Porto nos lugares de topo da nossa lista de prioridades”.

“Além de trazermos uma concorrência saudável ao setor na cidade, podemos assim oferecer aos portuenses ainda mais opções para tornar as suas deslocações diárias mais fáceis, rápidas, sustentáveis e acessíveis. As trotinetes elétricas são soluções perfeitas para, de uma forma sustentável, contrariar os congestionamentos de trânsito característicos dos grandes centros urbanos. No futuro próximo, esperamos que mais municípios vejam o nosso exemplo de operação nas cidades em que já estamos presentes e se juntem à nossa missão de construir as cidades do futuro para as pessoas, não para os carros”, diz Santiago Páramo.

As trotinetes e as bicicletas elétricas da Bolt estão equipadas com uma série de funcionalidades inovadoras, como por exemplo um teste de reação cognitiva capaz de avaliar se o utilizador consumiu bebidas alcoólicas, e ainda a sua mais recente incorporação tecnológica de um sistema inteligente de verificação de estacionamento apropriado.

A Bolt disponibilizará ainda no mapa da aplicação todos os locais públicos onde se poderão deixar estes veículos, procurando contribuir para evitar que estes se tornem obstáculos para os peões.

O serviço de trotinetes elétricas encontra-se integrado na aplicação da Bolt, sendo que, para desbloquear a trotinete e iniciar viagem, necessita apenas de escolher o ícone do serviço e digitalizar o seu código QR. Em Portugal, as cidades de Lisboa, Braga, Coimbra, Barcelos, Setúbal e Cascais já contam com esta vertente da Bolt.

Artigo anteriorPortugal é o quarto país com maior incorporação renovável na geração de eletricidade
Próximo artigoSiemens Energy vai produzir eletrolisadores de hidrogénio em Berlim

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of