A marca de trotinetes Bird acaba de anunciar uma nova tecnologia de estacionamento, designada Bird Visual Parking System (VPS), que está disponível gratuitamente para as cidades parceiras e requer zero investimentos em infraestruturas ou tecnologia.

O Bird VPS é uma nova ferramenta de estacionamento escalável, desenvolvida pela API ARCore Geospatial do Google.

A tecnologia permite que a Bird geolocalize trotinetes estacionadas, com precisão, aproveitando anos de digitalização 3D do Google, tecnologia de realidade aumentada (AR) e dados do Street View de todo o mundo.

Com esta nova tecnologia, os utilizadores da Bird podem terminar com maior precisão as suas viagens, de maneira organizada, ao mesmo tempo que aderem às normas de estacionamento das comunidades, num esforço para manter os passeios e ruas livres de obstruções.

“A nova API Geospatial ARCore do Google gera um novo paradigma na micromobilidade, que nos permite oferecer às cidades um sistema de estacionamento visual inédito, que é incomparável em termos de precisão e escalabilidade a qualquer sistema anterior”, refere Justin Balthrop, diretor de tecnologia da Bird.

“Com o Bird VPS, podemos dar resposta à principal necessidade das cidades, que é o estacionamento adequado, de uma maneira que nunca antes tinha sido possível, e podemos fazê-lo em escala em cidades de todo o mundo, graças aos sólidos dados e tecnologia global da Google”, indica Balthrop.

Como funciona o Bird VPS

A tecnologia existe dentro da aplicação da Bird e pode ser usada nos sistemas operacionais iOS e Android, permitindo que ela seja dimensionada para todos os utilizadores da Bird, sendo imune a roubo ou vandalismo, ao contrário de outras tecnologias de estacionamento.

Existem três etapas a serem seguidas, ao usar o Bird VPS:

● Fazer scan – Ao terminar uma viagem, o utilizador deve fazer scan rapidamente a área em redor com a câmara do seu smartphone;

● Analisar – Usando a nova API ARCore Geospatial do Google, o Bird VPS analisa instantaneamente as imagens na vasta base de dados de conhecimento do Google e imagens do Street View em tempo real;

● Estacionar – Após a conclusão da verificação em tempo real, o Bird VPS permitirá que o utilizador conclua a sua viagem e estacione, se a verificação atender aos requisitos de conformidade de estacionamento na cidade, ou direcione o utilizador para um local diferente, em que possa estacionar adequadamente o veículo.

Bird VPS ainda em testes

O Bird VPS é gratuito para as cidades parceiras da Bird. Atualmente, está a ser testado em Nova Iorque, São Francisco e San Diego, havendo planos de expansão do sistema para mais de 400 cidades que são parceiras da Bird, incluindo na Europa.

Artigo anteriorSiemens Energy vai produzir eletrolisadores de hidrogénio em Berlim
Próximo artigoComo transformar uma casa num ambiente conectado?

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of