Cidadania ambiental que promove reciclagem vai ser premiada

0
Cidadania ambiental que promove reciclagem vai ser premiada
Ana Trigo Morais_CEO da Sociedade Ponto Verde

Esta terça-feira, no dia em que se assinalou o Dia Internacional da Reciclagem, a Sociedade Ponto Verde (SPV) anunciou o Prémio “Junta-te ao Gervásio”, iniciativa de âmbito nacional, que tem como objetivo premiar projetos na área da reciclagem de embalagens e da economia circular, desenvolvidos dentro das comunidades locais.

A apresentação oficial teve lugar no Jardim da Estrela, com as presenças de João Galamba (Secretário de Estado do Ambiente e Energia), Jorge Veloso (Presidente da ANAFRE – Associação Nacional de Freguesias), Luís Newton (Presidente da Junta de Freguesia da Estrela) e Roberta Medina (Vice-presidente do Rock in Rio), que se juntaram a Ana Trigo Morais e Teresa Cortes, CEO e Coordenadora de Marketing e Comunicação da Sociedade Ponto Verde, respetivamente.

O Prémio “Junta-te ao Gervásio” é aberto às Juntas de Freguesia, a entidades de proximidade (designadamente organizações da economia social, como associações, fundações ou cooperativas; pequenas e microempresas e empresários) e à cidadania social (pessoas singulares ou em grupo, empresários e demais entidades como condomínios ou agrupamento de escuteiros, entre outros) localizadas em todo o território nacional. São estas as três categorias que compõem o concurso.

“São elegíveis projetos executados nas comunidades locais, nos últimos 12 meses (entre junho de 2021 e julho de 2022), que estão a contribuir ou contribuíram de forma sustentável para a melhoria e separação das embalagens para reciclagem, que assentam no paradigma da circularidade e que poderão servir de referência, enquanto aceleradores de imaginação à replicabilidade noutros contextos comunitários”, aponta a SPV.

Os interessados em participar podem submeter a candidatura, integrada numa das categorias, através da Sociedade Ponto Verde.

A fase de candidaturas prolonga-se até 31 de julho.

O júri avaliará critérios como o caráter inovador do projeto, o seu impacto económico, social e ambiental na comunidade local, e se promove a prática da reciclagem de embalagens.

Folheto promocional do concurso

Categorias e prémios

Será escolhido um “top” correspondente a cada uma das três categorias, com prémios pecuniários de até 5000 euros e menções honrosas.

Assim, na categoria “Freguesias” será atribuído um 1.º lugar (uma escultura feita com materiais reciclados para instalar na sua localidade) e 9 menções honrosas; já em “Entidades de Proximidade” e “Cidadania Social” está previsto um top 3 com atribuição de prémios monetários, que perfazem um total de 15.000€, e de menções honrosas, duas em cada categoria.

Vencedores distinguidos com obra de arte em material reciclado, prémios monetários ou menções honrosas.

Promover a participação comunitária ativa

“O prémio Junta-te ao Gervásio reforça o trabalho de proximidade da SPV junto das comunidades locais, numa vertente que vai além da sensibilização para a importância da reciclagem das embalagens. O que a SPV está a fazer é a promover a participação comunitária ativa, seja a que é potenciada pelas Juntas de Freguesia, pelas empresas e demais organizações mais ou menos organizadas ou por movimentos de cidadãos”, afirma Ana Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde.

“Temos a convicção que nos vão chegar projetos de muito valor de todo o território”, diz Ana Trigo Morais.

Já Jorge Veloso, presidente da Associação Nacional de Freguesias, afirma que a ANAFRE, enquanto parceira deste projeto, entende que a atribuição do prémio Junta-te ao Gervásio pela Sociedade Ponto Verde, vai evidenciar o que de bom se pratica nas Freguesias, reforçando o nosso trabalho de proximidade efetiva junto dos nossos cidadãos.”

“Temos a convicção que nos vão chegar projetos de muito valor de todo o território nacional, mostrando que há muito que está já a ser feito localmente, e que essas boas práticas podem ter potencial para serem replicadas noutras regiões, em benefício de mais pessoas e do Ambiente”, conclui Ana Trigo Morais.

“É necessário promover um ativismo local para promover a reciclagem e promover a confiança dos consumidores no sistema de reciclagem”, reforça a CEO da SPV.

Ana Trigo Morais salienta que “os portugueses reciclam essencialmente nos seus lares. Temos de os conquistar também para reciclarem fora dos seus lares”.

O Prémio “Junta-te ao Gervásio” é promovido pela Sociedade Ponto Verde e conta com o apoio da APA – Agência Portuguesa do Ambiente e ANAFRE – Associação Nacional de Freguesias e com o ISCTE Executive Education como Knowledge Partner.

“O potencial energético dos resíduos é enorme”
No evento de apresentação da campanha, João Galamba, secretário de Estado do Ambiente e Energia, destacou o facto de Portugal ter vindo a falhar as metas de reciclagem dos resíduos urbanos exige uma “transformação”, uma “forte mobilização nacional e dos cidadãos” e o “envolvimento de todos”.
Galamba entende que terá, em simultâneo, de haver uma alteração de comportamentos e do sistema: “A adequação de comportamentos sem a alteração do sistema não serve de muito e a alteração de sistema sem a adequação de comportamentos individuais é vazia”.
O governante, que diz que o executivo está a trabalhar na implementação do esquema de depósito e reembolso, considera que “o potencial energético dos resíduos é enorme”, pelo que, não apenas do ponto de vista ambiental, como também do ponto de vista económico, “é um absurdo desperdiçar os resíduos”.
Defendendo a união da área dos resíduos e da energia, Galamba finalizou a sua intervenção declarando que “não há balas de prata, mas se remarmos todos na mesma direção, obteremos bons resultados”.
João Galamba, secretário de Estado do Ambiente e Energia, na cerimónia de apresentação do prémio de promoção da reciclagem “Junta-te ao Gervásio”

►►► A propósito do Dia Internacional da Reciclagem, a associação Zero apresentou o Barómetro da Reciclagem, que consiste numa avaliação do desempenho de Portugal quanto aos níveis de reciclagem atingidos para diversos fluxos de resíduos.

O retrato é negativo, com baixas taxas de recolha de embalagens, REEE, embalagens de pesticidas e de pilhas:

 Taxa de reciclagem
ou de recolha seletiva
Meta
Resíduos urbanos16,1%55% – 2025
Resíduos elétricos e eletrónicos15%65% – 2020
Embalagens de pesticidas48,4%55% – 2020
Pilhas (dados 2019)29%45% – 2020

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of