Os equipamentos elétricos usados, entregues nos centros técnicos da Samsung, ao longo dos últimos três anos, no âmbito de uma campanha dinamizada em colaboração com o Electrão, permitiram distribuir, no total, mais de 27 mil euros por várias Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) de norte a sul do país.

As pilhas, lâmpadas e outros equipamentos elétricos em fim de vida recolhidos nos centros de assistência técnica autorizados e parceiros da Samsung, aderentes à campanha, foram proporcionalmente convertidos em apoio financeiro para diferentes causas sociais.

Na primeira edição, de 2019, graças à participação de 21 centros aderentes foi possível recolher quase 107 toneladas destes equipamentos, que foram convertidos em 10.668 euros, entregues a 22 instituições portuguesas.

Os resultados da campanha de 2020 e 2021 foram contabilizados conjuntamente, já que em 2020 a iniciativa foi interrompida devido ao período de pandemia. Nestes dois anos as quantidades recolhidas, com a colaboração de 19 centros técnicos aderentes, ascenderam a quase169 toneladas, o que se traduziu num valor de 16.890 euros a atribuir a várias instituições.

No total, esta campanha, que se insere na iniciativa “Electrão Empresas”, já permitiu transferir para o sector social um valor global de mais de 27 mil euros. “As iniciativas que aliam o cariz ambiental à componente social assumem uma relevância cada
vez mais determinante nos dias que correm. O Electrão, em colaboração com a Samsung, reforça junto do consumidor a necessidade de separar as pilhas, lâmpadas e outros equipamentos elétricos usados, para que possam ser corretamente reciclados, canalizando ao mesmo tempo um apoio significativo para o sector social”, sublinha o diretor-geral do Electrão, Pedro Nazareth.

O resultado crescente, registado ao longo dos anos, demostra um empenho cada vez maior dos centros técnicos e das comunidades que se unem em prol de causas sociais, mas também ambientais.

Ao longo das três edições já foi possível apoiar instituições como a ATR – Associação Tira-me da Rua, a Escola de Cães Guia de Mortágua, a Associação Atlântica de Apoio ao Doente de Machado-Joseph, a AFID Diferença, a Casa Mão Amiga, Lugar dos Pequeninos, Associação Porta Do Mais, Ajuda Sem Rosto, União Zoófila de Lisboa, entre outras.

Em 2022 o Electrão e a Samsung voltam a dar continuidade a esta campanha que apoia o trabalho de quem combate as desigualdades económicas e sociais no terreno.

Artigo anteriorPorto alarga recolha seletiva porta a porta a mais de 800 famílias
Próximo artigoÉ possível ter peças de vestuário para sempre?

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of