Com o intuito de melhorar a pegada carbónica da Tupperware, na fábrica do Montalvo, foi instalada uma central solar fotovoltaica para produção de energia limpa em autoconsumo.

Esta central está dividida entre um Carport (estacionamento de veículos) e uma zona no solo, no terreno contíguo à fábrica.

Neste momento, a unidade da Tupperware do Montalvo é a fábrica pioneira na produção de energia limpa de todo o grupo.

900 mil euros de investimento

A Helexia, que fez um investimento de cerca de 900 mil euros em toda a infraestrutura, foi o parceiro escolhido para desenvolver, gerir, manter e financiar o projeto de energia solar fotovoltaica. A colaboração técnica foi da Prosolia Energy.

Esta unidade fabril conta com 350 colaboradores, 41 anos de existência e uma história de sucesso, uma vez que é a fábrica Tupperware com maior volume de produção na Europa.

A central fotovoltaica agora instalada tem uma potência de 973 kWpe irá produzir anualmente 1553 MWh de energia limpa e renovável, que corresponderá a cerca de 15% do consumo total elétrico anual desta unidade fabril da Tupperware. Esta iniciativa irá evitar a emissão de 730 toneladas de CO2 por ano.

“A expectativa é que este projeto de utilização de energia limpa venha a servir de exemplo para outras geografias, já que todas as fábricas mundiais da Tupperware têm um programa de redução do impacto ambiental. Uma vez que este projeto de painéis solares é já um caso de sucesso, deverá ser expandido para outras unidades em diferentes países”, assume a Helexia.

Financiamento incluído

Neste caso da Tupperware Portugal, o formato escolhido de projeto foi o de financiamento incluído, modelo ESCO – Energy Service Company – em que as poupanças obtidas na fatura de eletricidade servem de benefício ao cliente, mas igualmente para financiar o investimento realizado pela Helexia.

“Desta forma a Helexia assume risco ao lado do cliente, tornando claro que acredita no negócio e que o seu sucesso depende do sucesso do cliente. A Tupperware pode continuar a focar o seu capital em investimento no seu core business”, explica a Helexia.

“Os produtos Tupperware fazem parte da nossa vida. É bom ver uma marca que conhecemos desde sempre, evoluir, adicionando novos canais como o digital para chegar a novos públicos. Esta história de sucesso e crescimento vem de uma preocupação grande com qualidade, design e uma matriz sustentável que passa pela economia circular e transição energética. É muito gratificante saber que a Tupperware Portugal foi pioneira na utilização de energia limpa e sentirmos a responsabilidade e confiança de termos sido o parceiro escolhido neste primeiro e importante passo”, afirma João Guerra, diretor de marketing e comunicação da Helexia Portugal.

A Tupperware refere que uma preocupação sua foi “a redução do impacto dos seus produtos no meio ambiente, procurando soluções reutilizáveis, duráveis e fáceis de usar, que ajudem a minimizar o desperdício de plástico e alimentos”.

“Este é um passo muito importante na nossa mensagem de sustentabilidade trazendo um excelente benefício para a Tupperware Portugal, porque vamos usufruir de uma energia limpa que corresponde a cerca de 15% do nosso consumo total elétrico anual”, declara Patrícia Martins – Plant General Manager Tupperware Portugal.

Artigo anteriorZurich cria app para melhorar qualidade de vida dos colaboradores
Próximo artigoProtocolo viabiliza formação em Portugal na área das baterias

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of