A Bolt apresentou a sua primeira estação de carregamento para trotinetes em Portugal, reforçando assim a sua parceria com a Câmara Municipal de Setúbal.

Sem fios ou trocas de baterias, para usar estas estações, basta estacionar a trotinete na estação e começará a carregar.
Esta novidade pretende reforçar o compromisso da Bolt para com a sustentabilidade: para além de ser feita de materiais recicláveis, esta estação permitirá reduzir deslocações operacionais para recolha, transporte e manutenção das trotinetes.

Para promover a adesão dos setubalenses a estas opções de mobilidade suave durante a primeira semana, a Bolt está a oferecer descontos de €1 em viagens se os utilizadores as deixarem corretamente na estação.

Para Santiago Páramo, responsável de micromobilidade da Bolt em Portugal, “este é um passo crucial que a Bolt está a tomar rumo à sua missão de construir as cidades do futuro para as pessoas, e não para os carros. É a primeira estação de carregamento de trotinetes que implementamos no sul da Europa e acreditamos que fará a diferença junto dos nossos utilizadores, sobretudo pela sua facilidade de uso”.

De acordo com Santiago Páramo, “faz-nos sentido implementá-la aqui, em parceria com a Câmara de Setúbal, integrada na nova Interface de Transportes de Setúbal, para reforçar a importância da disponibilidade da multimodalidade de transportes nos centros urbanos”.

A acrescentar a isto, esta solução procura contribuir para melhores hábitos de estacionamento destes veículos, um dos maiores pontos negativos associados a estes meios de transporte, provendo um local adequado para tal.

Estações de carregamento de trotinetes em mais cidades

Esta solução solidifica também o investimento da Bolt na cidade e a intenção da operadora, originária da Estónia, começar a aumentar a presença destas estações nas cidades onde já opera e em futuros municípios aderentes.

Com a segurança e o bem-estar dos utilizadores em mente, as trotinetes e as bicicletas elétricas da Bolt estão também equipadas com uma série de funcionalidades, como um teste de reação cognitiva capaz de avaliar se o utilizador consumiu bebidas alcoólicas, e ainda a sua mais recente incorporação tecnológica de um sistema inteligente de verificação de estacionamento apropriado.

Os serviços de micromobilidade da Bolt estão disponíveis na sua aplicação, sendo que, para desbloquear o veículo e iniciar viagem, é necessário apenas escolher o ícone do serviço e digitalizar o seu código QR.

Em Portugal, as cidades de Lisboa, Braga, Coimbra, Barcelos, Setúbal e Cascais já contam com esta vertente da Bolt – e em breve chegará ao Porto, depois da operadora ter recentemente ganho licença para operar na cidade Invicta.

Artigo anteriorPortugal é o segundo maior exportador mundial de carne de tubarão
Próximo artigoACCIONA Energía adquiriu 24% do capital da Eolink

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of