Após o lançamento do camião eActros (que, em breve contará com versões adicionais, o eActros 300 e o eActros 400) para serviços de transporte de distribuição pesada em 2021, a Mercedes-Benz Trucks está a avançar para a introdução de modelos elétricos adicionais.

Para o segmento de longo percurso, o eActros LongHaul é a proposta da marca, com uma autonomia de cerca de 500 km com uma carga de bateria, estando previsto a sua entrada em produção em 2024.

Os primeiros protótipos deste camião de 40 toneladas já estão em testes internos e os engenheiros da Mercedes-Benz Trucks planeiam iniciar os testes em vias públicas este ano.

Carregamentos de alto desempenho

O eActros LongHaul vai contar com carregamentos de alto desempenho – apelidada de “recarga megawatt”.

Para esse carregamento, a Mercedes-Benz Trucks está a trabalhar em conjunto com a Siemens Smart Infrastructure, ENGIE e EVBox Group.

Em termos de carregamento público para transporte de longa distância, a Daimler Truck, o Traton Group e o Volvo Group assinaram um acordo vinculativo para estabelecer uma joint venture com vista ao desenvolvimento e operação de uma rede pública de carregamento de alto desempenho para camiões e autocarros de longo curso, 100% elétricos, na Europa. Esta rede de carregamento estará disponível para os operadores de frotas na Europa, independentemente da marca.

O objetivo do projeto “High-Performance Charging in Long-Haul Truck Transport” (HoLa), com a participação da Daimler Truck e sob a égide da Associação Alemã da Indústria Automotiva (VDA), é planear, erguer e operar uma infraestrutura de carregamento selecionada de alto desempenho para transporte de veículos pesados elétricos de longa distância.

Dois pontos de carregamento de alto desempenho com o Megawatt Charging System (MCS) devem ser montados em quatro locais na Alemanha e testados em situações do mundo real. Vários outros parceiros da indústria e pesquisa, que pertencem ao consórcio, estão igualmente envolvidos no projeto.

Artigo anteriorVoltalia transforma antiga pedreira na Côte d’Azur em central solar
Próximo artigoConferência dos Oceanos em contagem decrescente

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of