A Omexom, marca da VINCI Energies, especializada nas atividades de produção, de transporte e de distribuição de energia, assinou um contrato de EPC (Engineering, Procurement and Construction) com a RWE para a construção de uma central fotovoltaica com capacidade de 44 MWac (49 MWp) em Portugal.

A central solar está localizada em Morgavel, Sines, numa área de cerca de 100 hectares. A construção já teve início e a ligação à rede está prevista para 2023.

A RWE, proprietária e operadora do parque fotovoltaico de Morgavel opera parques fotovoltaicos em todo o mundo – incluindo o de Limondale, na Austrália, com a capacidade de 249 MWac, sendo um dos maiores parques solares da Austrália.

Robert Navarro, Presidente e Diretor Geral da RWE Renewables Iberia, explica: “Em conjunto com a Omexom vamos instalar mais de 91.000 módulos bifaciais que produzirão eletricidade verde suficiente para abastecer o equivalente a 42.000 lares portugueses. Uma vez concluído, em 2023, estes projetos reforçarão ainda mais a nossa já forte pegada de energias renováveis na Península Ibérica e darão um contributo substancial para atingir as metas climáticas locais.”

A construção da central fotovoltaica terá lugar na região de Sines, com cerca de 3.000 horas de sol por ano, um dos dois vales do Hidrogénio Verde projetados para Portugal. Este parque solar utilizará módulos bifaciais de última tecnologia, e seguidor de um eixo, inversores centrais e será executada com os mais altos padrões de segurança.

Gonçalo Sampaio, Managing Director da Omexom Portugal, declara a sua satisfação por “poder executar este importante projeto em Portugal, com um player de referência mundial no mercado de Energias Renováveis como a RWE, numa região que oferece as condições perfeitas para produzir Energia Solar. Este projeto está alinhado com as metas de Portugal e da UE para a energia verde e a Omexom está empenhada em ser um ator importante nesta transição”.

Artigo anteriorInvestigadores da UC apresentam estratégias sustentáveis para a agricultura
Próximo artigo13,5 milhões de euros para garantir segurança da rede elétrica nas faixas de vegetação

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of