As equipas da Prio Renault Eco Team, apoiadas pelo Welectric, obtiveram os dois primeiros lugares no EcoRally Proença-a-Nova.

A dupla Eduardo Carpinteiro/João Serôdio, em Renault Zoe, venceu a edição 2022 do EcoRally Proença-a-Nova, a terceira etapa do “Campeonato Nacional de Novas Energias-Prio”, uma vitória que lhes permitiu isolarem-se na liderança do Campeonato Nacional de Novas Energias-Prio.

No segundo lugar do pódio ficou a outra equipa Prio Renault Eco Team composta por Nuno Serrano/Alexandre Berardo, também em Renault Zoe.

No contexto do EcoRally Proença-a-Nova foi organizado no auditório do Centro de Ciência Viva de Proença-a-Nova o debate “As Novas Energias na Competição Automóvel”.

Em terceiro lugar, classificou-se Hugo Baptista/Ivo Tavares, em Tesla.

Em primeiro lugar na eficiência energética ficou a dupla Patrícia Carreiro/Paulo Rego e a competição feminina foi ganha por Ana Faria/Ana Rita Nepomuceno, em Hyundai.

Eduardo Carpinteiro manifestou particular regozijo por voltar a vencer uma prova do “Campeonato Nacional de Novas Energias-Prio” e ressaltou a importância deste tipo de provas para a consciencialização da população para uma crescente aposta nas energias não poluentes, ao mesmo tempo que elogiou o facto do município de Proença-a-Nova apostar neste tipo de provas, e que tal deve servir de exemplo para que outras autarquias também apoiem este tipo de ações que, para além de um caráter desportivo, têm também um forte fator de sensibilização ambiental e, no caso concreto de Idanha-a-Nova, o Concelho através deste tipo de iniciativas dá um importante contributo para a valorização e dinamização do interior do território português.

Durante os dois dias da prova, disputaram-se 17 classificativas, distribuídas por três secções, num total de cerca de 176 km, dos quais 100 Km em modo classificativo.

No EcoRally Proença-a-Nova participaram 25 equipas, entre as quais o atual campeão do mundo, o espanhol Eneko Conde que, apesar de ter terminado em 14º lugar, se mostrou bastante satisfeito com a experiência que obteve com a sua participação numa prova que é disputada em moldes diferentes do FIA Eco-Rally Cup, campeonato no qual Eneko Conde aposta tudo na revalidação do título.

Esta foi a classificação final do EcoRally Proença-a-Nova:

O “Campeonato de Portugal de Novas Energias – PRIO” – é uma competição que une a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e o Classic Clube de Portugal (CCP) – e é a única competição automobilística portuguesa com recurso apenas às energias alternativas, exclusivamente destinada a veículos BEV (battery electric vehicle), 100% elétricos. O campeonato tem a Prio como patrocinador principal, dando o naming à prova, e é disputado na modalidade de regularidade.

A próxima prova do “Campeonato de Portugal de Novas Energias-Prio” terá lugar em S. Miguel (Açores), onde nos dias 3 e 4 de setembro se disputará o Azores Rallye.

Segue-se uma prova em Lisboa, a disputar nos dias 22 e 23 de outubro (o Eco Rally de Lisboa).

O Campeonato termina nos dias 19 e 20 de novembro com a realização do E-Rali Sarish Alentejo Central.

Em modo de balanço, João Lobo, Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova salientou que “neste tempo de transição energética e digital ao associarmos o desporto motorizado através do ‘Campeonato de Portugal de Novas Energias-Prio’ contribuímos para a mudança de motores convencionais para motores não poluentes, numa estratégia alinhada com aquele que é, para Proença-a-Nova, Portugal e na Europa, o ‘acordo verde’”.

João Lobo quis ainda manifestar o seu “reconhecimento e agradecimento à organização por no segundo ano ter incluído este concelho naquela que é, com toda a certeza, a forma de no médio prazo estarmos todos empenhados por ter a nossa casa comum mais sustentável, propósito que já prosseguimos uma vez que o Concelho de Proença-a-Nova produz, hoje, energias renováveis em autossuficiência e contribui também com a mancha florestal para captura de carbono e, dessa forma, ter no valor dos eco-sistemas o seu grande contributo para uma sociedade ambientalmente sustentável, e socialmente inclusiva.”

Artigo anteriorParceria entre Iberdrola e BP envolve rede de postos rápidos e produção de hidrogénio verde
Próximo artigoNavios atracados em Kiel recebem energia de fontes renováveis

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of