A Carris colocou em funcionamento mais duas lojas onde os clientes com mais de 65 anos poderão tratar, exclusivamente, de assuntos relacionados com a gratuitidade nos transportes públicos, nomeadamente adesões e carregamentos.

Estas duas lojas de reforço, que vêm aumentar a capacidade de resposta da empresa na implementação desta medida, estão situadas em Santo Amaro e no Arco do Cego, próximo das lojas já existentes, sendo estes os dois locais em que a procura é maior, de acordo com a empresa transportadora.

A Carris esclarece que estas duas lojas estarão em funcionamento nos dias úteis, das 08h00 às 19h00, até dia 15 de novembro, e somam-se às restantes três lojas da Carris, localizadas em Santo Amaro e no Arco do Cego e ainda na Loja do Cidadão do Saldanha.

A partir de 16 de agosto: estudantes

A partir de 16 agosto, vai também ser possível tratar da gratuitidade para estudantes até aos 23 anos em todas estas lojas, sendo que, neste caso, o título só pode ser carregado a partir de 26 de agosto, para utilização no mês de setembro.

A gratuitidade nos transportes públicos entrou em vigor na semana passada, dia 25 de julho, numa primeira fase para maiores de 65 anos, e permite que as pessoas desta faixa etária, com domicílio fiscal em Lisboa, viajem gratuitamente na Carris, no Metropolitano de Lisboa e nos comboios da CP, sempre nas redes em que é válido o Navegante Urbano 3ª idade.

Para terem acesso à medida, apenas precisam de apresentar o Cartão Lisboa Viva/navegante (caso não tenham cartão podem solicitar para o fazer no momento do atendimento, afirma a Carris); apresentar o Cartão de Cidadão ou outro documento válido equivalente e entregar uma certidão de domicílio fiscal.

No caso dos estudantes, terá também de ser apresentada a declaração de matrícula emitida pelo estabelecimento de ensino.

  • Loja de reforço Gratuitidade Santo Amaro
  • Rua 1º de Maio nº 103 (no interior do Complexo de Santo Amaro).
  • Loja de reforço Gratuitidade Arco do Cego – Av. Duque de Ávila nº 12 – Entrada pelo Jardim do Arco do Cego.
Artigo anteriorMoradores de Seattle podem pedir um posto de carregamento para a sua rua
Próximo artigoFrota de furgões conectados permite entregas partilhadas e redução de CO2

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of