A Bolt iniciou a sua atividade no Porto depois da oficialização, no passado mês de maio, de um acordo com a Câmara Municipal, que irá permitir à operadora implementar a sua solução de mobilidade suave na cidade durante os próximos cinco anos.

O seu investimento será materializado numa frota de 700 veículos de trotinetes, que estará disponível por toda a “Invicta”, com o objetivo de oferecer alternativas sustentáveis para as deslocações diárias dos portuenses.

Para Santiago Páramo, responsável de Micromobilidade da Bolt em Portugal, “este é um sinal de que a segunda maior cidade do país vê na nossa oferta o caminho certo rumo aos seus objetivos de mobilidade sustentável. É realmente satisfatório iniciarmos atividade nesta cidade maravilhosa. Para além de solidificarmos a nossa relevância no norte do país, sinto que trazemos mais opções para facilitar o dia-a-dia de todos os portuenses. Estes meios de mobilidade suave são a solução perfeita para escapar ao trânsito, por exemplo, ou simplesmente para desfrutar de um passeio com vista para o Douro”. 

As trotinetes da Bolt vêm equipadas com funcionalidades que visam priorizar a segurança e bem-estar dos utilizadores, como sejam um teste de reação cognitiva para avaliar se o utilizador ingeriu bebidas alcoólicas, e ainda um sistema inteligente de verificação de estacionamento apropriado.

A acrescentar a isto, a Bolt disponibilizará ainda no mapa da aplicação todos os locais públicos onde se poderão deixar estes veículos, procurando contribuir para evitar que estes se tornem obstáculos para os peões.

No futuro próximo, acrescenta Santiago Páramo, “esperamos conseguir levar as nossas soluções de micromobilidade a mais municípios nortenhos e alargar a nossa presença nesta região. Portugal tem aderido de forma fantástica a este tipo de alternativas e isso só nos dá maior motivação para levar a bom porto a missão a que nos propomos: construir as cidades do futuro para as pessoas, não para os carros”. 

O serviço de trotinetes elétricas encontra-se integrado na aplicação da Bolt, sendo que, para desbloquear a trotinete e iniciar viagem, necessita apenas de escolher o ícone do serviço e digitalizar o seu código QR. Em Portugal, as cidades de Lisboa, Braga, Coimbra, Barcelos, Setúbal, Cascais, Alcácer do Sal, Seixal e Montijo já contam com esta vertente da Bolt.

Artigo anteriorSerra da Estrela acolhe em outubro cinema ambiental
Próximo artigoLG assume compromisso com economia circular e sustentabilidade

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of