A empresa de gestão inteligente de energia, Eaton, anunciou o seu envolvimento num projeto pan-europeu de investigação e inovação para fornecer as tecnologias integradas e modelos de negócio necessários para apoiar a implementação em massa de infraestruturas de carregamento de veículos elétricos.

Apoiado pelo programa de Investigação e Inovação Horizon Europe da União Europeia, o projeto de 9,87 milhões de euros abrangerá um período de quatro anos, até março de 2026, abrangendo toda a cadeia de valor de carregamento de veículos elétricos.

O consórcio do projeto FLOW, que inclui 24 parceiros externos e seis universidades líderes em toda a Europa, será liderado pela Fundació Institut De Recerca En Energia De Catalunya.

Projeto terá demonstração de várias soluções

O papel da Eaton no consórcio envolverá um maior desenvolvimento das tecnologias de carregamento de veículos elétricos, bem como a demonstração de soluções, com base na experiência do avanço do Building as a Grid como uma abordagem de rede para unir as necessidades de energia dos edifícios e veículos elétricos com a geração de energia renovável no local.

O foco na investigação e inovação estender-se-á às capacidades de vehicle-to-grid (V2G) e vehicle-to-everything (V2X)  que permitem maior flexibilidade do sistema; carregamento DC-DC (corrente contínua para corrente contínua) que produz tanto qualidade de energia como benefícios de controlo; e mais trabalho no Sistema de Gestão de Energia do Building as a Grid da Eaton que apoia a previsão, optimização e outros serviços essenciais.

Para combinar as várias tecnologias numa solução completa, várias unidades de negócio da Eaton irão colaborar no projeto – incluindo a equipa pan-europeia dos Laboratórios de Investigação Eaton e o Centro Eaton para Energia Inteligente em Dublin, Irlanda.

Stefan Costea, regional technology manager, Eaton Research Labs, destaca que “à medida que os veículos elétricos crescem em popularidade em toda a Europa, uma gama abrangente de tecnologias de carregamento totalmente integradas é urgentemente necessária para apoiar a implantação em massa e permitir novos e valiosos serviços”.

 “Como parceiro-chave no projeto FLOW, estamos entusiasmados por estar a desenvolver soluções ótimas para o carregamento de veículos elétricos, V2G, V2X, e gestão de energia. Iremos demonstrar estas tecnologias em três laboratórios de teste – no Eaton European Innovation Center em Praga, na University College Dublin, e na Fundació Institut De Recerca En Energia De Catalunya, em Barcelona. Além disso, apoiaremos demonstrações de tecnologia em grande escala em Roma e Copenhaga com os nossos sistemas de gestão de energia”, conclui Stefan Costea.

Para as demonstrações em Praga e Barcelona, a Eaton estará a colaborar estreitamente com a Heliox, especialista em soluções de carregamento rápido. O University College Dublin e a vizinha Maynooth University trabalharão com a Eaton na Irlanda, enquanto a RWTH Aachen University, na Alemanha, fará uma parceria com a Eaton em Praga numa análise técnico-económica de casos de utilização de infraestruturas de carregamento de veículos elétricos.

Em Roma e Copenhaga, a Eaton irá colaborar na interoperabilidade do sistema de gestão de energia com empresas bem conhecidas pela sua transmissão e distribuição: ENEL, Terna, e Areti, além de parceiros na Ricerca Sul Sistema Energetico e a Technical University of Denmark.

Tim Darkes, Presidente, Corporate e Electrical, EMEA, Eaton, explicou o contexto do envolvimento da Eaton no consórcio FLOW, dizendo que “o nosso trabalho na integração de infraestruturas de carregamento em edifícios está a apoiar a rápida mudança para veículos elétricos como parte da transição energética e estamos muito orgulhosos de estar a investir fortemente nas pessoas, tecnologias e programas para acelerar o impulso global rumo a um futuro com baixo teor de carbono”.

Jörgen von Bodenhausen, senior manager, Government Programs, Eaton, acrescentou: “Procuramos continuamente oportunidades para combinar a nossa escala global e conhecimentos especializados com os de parceiros industriais e académicos de classe mundial, ampliando assim os nossos próprios esforços de inovação. Desde a gestão de energia de construção, até ao carregamento DC-DC, o nosso trabalho no projeto FLOW irá ajudar a lançar novas soluções pioneiras para acelerar a comercialização e a implantação em massa de infraestruturas de carregamento de veículos elétricos e criar propostas de valor totalmente novas tanto para empresas como para clientes”.

Artigo anteriorMedidas que podem ajudar Portugal a reduzir o uso da energia
Próximo artigoEscola Electrão recolhe 269 toneladas de lixo eletrónico

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of