As perturbações no mercado automóvel a nível mundial, falta de componentes, especialmente microprocessadores e problemas nas cadeias logísticas de distribuição, inicialmente afetadas pela pandemia com a interrupção de diversas fábricas e com o transporte marítimo muito afetado, agravaram-se com o desenrolar da guerra na Ucrânia, criando uma falta de oferta generalizada na indústria automóvel.

Esta falta de oferta face ao aumento da procura de veículos elétricos começa a evidenciar-se no mercado de Veículos 100% Elétricos (BEV – Battery Electric Vehicles) e Veículos Híbridos Plug-In (PHEV – Plug-In Hybrid Electric Vehicles) em Portugal, assinala a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos.

Em comparação com o mês anterior, em julho de 2022 registou-se uma diminuição de 12% nas vendas de veículos novos, somando BEV e PHEV.

Os 100% Elétricos, dos quais foram comercializadas em julho 1436 unidades, foram os mais punidos pela falta de veículos, registando uma diminuição de 21% em relação ao mês anterior (quando se comercializaram 1819 BEV).

Contudo, face ao mês homólogo de 2021, “mesmo com a falta de veículos para entrega – o mercado de Veículos 100% Elétricos aumentou 61,5%, o que demonstra que, se existissem mais veículos novos para entrega, estariam todos certamente vendidos”, comenta a associação.

Indica a UVE que, em julho de 2022 foram vendidos 2.649 veículos elétricos (entre BEV e PHEV) – com 1.436 BEV e 1.213 PHEV –, o que representa um crescimento de 16% face ao acumulado de julho de 2021, muito impulsionado pelo já referido aumento de 61,5% na categoria dos Veículos 100% Elétricos (BEV).

No caso dos 100% Elétricos (BEV), os valores mensais superam sempre os meses homólogos, observa a UVE.

A associação assinala que, embora o mercado de veículos novos tenha sofrido um abrandamento, o número de veículos 100% elétricos vendidos mensalmente em 2022 superaram sempre os valores mensais de 2021 e 2020.

No total anual de vendas, a fasquia dos 10.000 veículos 100% elétricos foi ultrapassada, o que valida o que tem sido reforçado desde o início do ano – 2022 será mais um ano de recorde de vendas para os veículos 100% elétricos (BEV).

Fonte: UVE

Relativamente aos Híbridos Plug-In (PHEV), a UVE evidencia que “desde março de 2022 registam valores de vendas mensais inferiores aos meses homólogos de 2021. O total anual de vendas de PHEV encontra-se ainda longe dos 10.000 veículos (valor já ultrapassado pelos BEV), que confirma o que a UVE tem vindo a afirmar nos últimos meses: os veículos elétricos híbridos plug-in começam a perder relevância face à maior eficiência e crescente autonomia dos novos modelos de Veículos 100% Elétricos no mercado. A autonomia média dos Veículos 100% Elétricos em comercialização em Portugal é, atualmente, de 400 km”.

Fonte: UVE

Somando 100% Elétricos (BEV) e PHEV foram vendidos 2.649 veículos em julho de 2022 e 18.979 veículos desde o início do ano.

Artigo anteriorConferências do Estoril debatem política, ambiente e startups com autores internacionais
Próximo artigoEstudo europeu encontra forma de proteger insetos polinizadores

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of