O Hospital Garcia de Horta (HGO), em Almada, está a instalar 2800 painéis de produção de energia solar para autoconsumo que irão permitir poupar energia e reduzir a emissão de CO2.

Orçamentado em mais de 788 mil euros, o projeto, que está em fase de conclusão, realiza-se no âmbito de uma candidatura apresentada ao programa POSEUR, que tem como objetivo a criação de condições que permitam tornar as instituições mais eficientes do ponto de vista ecológico, através do melhoramento técnico dos seus edifícios e infraestruturas.

Com a implementação do projeto, será possível reduzir a fatura energética das instalações.

A Vogal Executiva do Conselho de Administração do Hospital, Vera Almeida, explica que “com a implementação do projeto integrado de gestão e racionalização energética no HGO será possível reduzir a fatura energética das instalações; instalar equipamentos e redes de elevada eficiência energética; reduzir a dependência de combustíveis fósseis e transitar para uma economia com baixas emissões de carbono, tornando este Hospital muito mais económico e amigo do ambiente”.

Além da instalação dos painéis fotovoltaicos, o Garcia de Orta procedeu à implementação de um conjunto de outras medidas de melhoria da eficiência energética que incluem a substituição de iluminação por tecnologia LED, a substituição de UTA’s (Unidade de Tratamento de Ar), a substituição de isolamento da distribuição de energia térmica, a instalação do sistema de monitorização nos sistemas de utilização de energia elétrica e de energia térmica, com controlo automático de setpoint (Sistema de Gestão Centralizada), e a aplicação de isolamento nas paredes exteriores com aglomerado de cortiça.

A conclusão deste projeto, cofinanciado pelo POSEUR-01-1203-FC-000005, está prevista para o final de 2022.

Artigo anteriorMercedes EQS em fase de encomenda: quais os preços e níveis de equipamento para Portugal?
Próximo artigoGrupo Capgemini inaugurou Mobility Lab

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of