A Câmara Municipal de Pombal anunciou um investimento de mais de meio milhão de euros na aquisição de um autocarro e quatro automóveis ligeiros elétricos, visando a promoção da utilização de energias limpas, contribuindo para a promoção de estratégias de baixo teor de carbono.

Na sua última reunião, o Executivo Municipal aprovou a aquisição de um autocarro elétrico, com respetivo carregador, para integrar o sistema de transportes públicos urbanos (Pombus).

O veículo terá uma lotação de 60 passageiros, dos quais 20 serão lugares sentados. Será adaptado com condições de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida e/ou condicionada, dispondo de um lugar para cadeira de rodas.

A aquisição do autocarro elétrico e do respetivo carregador representa um investimento de mais de 330 mil euros, acrescido de IVA, totalizando cerca de 412 mil euros.

Quatro automóveis elétricos

Ainda no seguimento das políticas ambientais para a prossecução dos objetivos do desenvolvimento sustentável, contribuindo para o cumprimento dos desígnios nacionais e internacionais, designadamente os relativos às alterações climáticas, através da redução de emissões de gases com efeito de estufa no domínio dos transportes, a Câmara Municipal de Pombal adquiriu quatro automóveis elétricos.

A aquisição foi realizada em regime de locação financeira, através da celebração de um contrato de leasing com a duração de 48 meses, num investimento total de perto de 104 mil euros.

Carregadores para EV

Foram também adquiridos quatro carregadores para veículos elétricos, nomeadamente dois de carregamento normal e outros dois de carregamento semirrápido, num investimento total de 33 mil euros, acrescido de IVA.

Estas viaturas elétricas irão substituir quatro outras viaturas movidas a combustível fóssil (gasóleo), do parque de viaturas do município, com mais de 20 anos de vida.

Esta aquisição ocorreu no âmbito do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública, através do Fundo Ambiental, que visa apoiar a aquisição, de forma faseada e por substituição de veículos com mais de dez anos, de 1200 veículos elétricos, em regime de aluguer, durante um período de 48 meses, bem como de postos de carregamento e de sistemas de georreferenciação e monitorização.

A comparticipação máxima a atribuir pelo Fundo Ambiental corresponde a um valor de 60 mil euros, sendo o valor restante suportado pelo orçamento municipal.

Artigo anteriorIsetta transforma-se em EVetta e ganha versões cabrio e comercial
Próximo artigoOtovo disponibiliza subscrição mensal de energia solar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of