Nos primeiros oito meses do ano os bombeiros recolheram mais de 1.434 toneladas de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados, no âmbito da sétima campanha “Quartel Electrão”, que tem a Liga dos Bombeiros Portugueses como parceira.

Esta campanha, promovida pelo Electrão, é uma forma de apoiar a missão dos bombeiros, empenhados na proteção das populações e da biodiversidade. Por outro lado, os bombeiros dão também o seu contributo para que eletrodomésticos e outros equipamentos elétricos usados não poluam o ambiente combatendo assim, em várias frentes, o aquecimento global.

Nesta sétima edição do “Quartel Electrão”, que arrancou em Janeiro e irá prolongar-se até Novembro, participam 191 associações humanitárias, o número mais alto registado até agora nesta campanha. O envolvimento de bombeiros voluntários de todo o país,

incluindo Madeira e Açores, já permitiu reunir, entre Janeiro e Agosto, um total de 1.414 toneladas de equipamentos elétricos usados, 15,1 toneladas de lâmpadas e 4,3 toneladas de pilhas.

O primeiro prémio do “Quartel Electrão”, que será atribuído à associação que mais equipamentos usados recolher a nível nacional, é um veículo ligeiro de combate a incêndios no valor de 54 mil euros. O segundo prémio corresponde a 5.000 euros convertíveis em equipamento de proteção florestal. As associações recebem ainda 75 euros por cada tonelada de resíduos que reunirem.

A campanha distribui ainda prémios por seis regiões – Norte, Centro, Interior, Lisboa e Vale do Tejo, Sul e Ilhas – que correspondem às áreas de recolha dos equipamentos. Há ainda um Prémio Novos Aderentes, criado para incentivar a adesão à campanha por parte de novas associações. Os vencedores destas categorias recebem 750 euros em cartões pré-pagos de combustível.

A associação que mais se destacar na recolha de pilhas será recompensada com um prémio de 1500 euros convertíveis em equipamento de proteção florestal. Um prémio do mesmo valor será também atribuído à associação que reunir mais lâmpadas.

Na edição anterior, que decorreu entre Janeiro e Novembro de 2021, os bombeiros portugueses atingiram um máximo histórico na recolha de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados chegando às 2.410 toneladas. Nessa edição participaram 165 associações humanitárias. O primeiro prémio foi para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses, que recolheu 161 toneladas de lâmpadas, pilhas e equipamentos elétricos usados.

“A comunidade tem respondido exemplarmente ao repto lançado pelas associações humanitárias. Ao entregar pilhas, lâmpadas e outros equipamentos elétricos nos quartéis aderentes a população mostra o seu apoio aos bombeiros contribuindo ao mesmo tempo para o desígnio nacional da reciclagem, que é uma causa ambiental e de saúde pública”, sublinha o CEO do Electrão, Pedro Nazareth.

No site www.ondereciclar.pt é possível saber qual é o quartel aderente mais próximo onde depositar pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados. Esta campanha do Electrão tem como objetivo envolver as associações humanitárias na causa da reciclagem de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados.

Globalmente, desde 2011, esta iniciativa já permitiu a recolha de dez mil toneladas de pilhas e equipamentos elétricos usados.

Artigo anteriorVenda de elétricos sobe 45% em agosto em Portugal
Próximo artigoEcoMood promove debate sobre integração entre modos de transporte

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of