A IberBlue Wind, uma joint-venture especializada no desenvolvimento de projetos de parques eólicos offshore flutuantes, está a iniciar as suas operações em Portugal e Espanha com o objetivo de se tornar um dos principais players no mercado offshore da Península Ibérica.

A empresa apresentou em Madrid a sua proposta estratégica para este mercado, apoiada pela experiência internacional das três empresas que a compõem: o grupo irlandês Simply Blue e as empresas espanholas Proes Consultores e FF New Energy Ventures. Graças a esta aliança, a IberBlue Wind tirá assumir todas as fases de desenvolvimento de parques eólicos offshore.

O Simply Blue Group, fundado em 2011, conta com experiência no desenvolvimento e gestão de parques eólicos offshore no Reino Unido, Irlanda, Escócia, EUA e Suécia, com um pipeline de projetos superior a 10 GW. Como parte da sua estratégia de crescimento, a empresa está agora a alargar o seu modelo aos mercados português e espanhol.

A Proes Consultores é a divisão especializada em engenharia e arquitetura do Grupo Amper, com experiência em engenharia marinha e costeira. A Proes Consultores oferece serviços de engenharia, industriais e tecnológicos e participou na conceção do parque eólico offshore de Kincardine, ao largo da costa escocesa. Proes é uma das empresas que compõem o Grupo Amper, um grupo empresarial multidisciplinar que detém também a filial Nervion Offshore, uma empresa líder na construção e montagem de parques eólicos offshore.

A New Energy Ventures, especializada no desenvolvimento, construção e operação de centrais solares fotovoltaicas e de energias renováveis em Espanha, completa esta joint-venture. Com esta parceria, a empresa acrescenta a energia eólica offshore flutuante à sua carteira de negócios. Atualmente, a New Energy Ventures tem um portefólio de mais de 800MW de projetos eólicos fotovoltaicos e onshore em Espanha e Portugal.

Apoiada pela aliança destas três empresas líderes mundiais, a IberBlue Wind vai participar em leilões públicos do espaço eólico offshore em Portugal e Espanha, e irá também desenhar os projetos que determinarão a subsequente construção e implementação de turbinas eólicas flutuantes.

Neste sentido, a IberBlue Wind tem como objetivo estudar oportunidades de negócio de cerca de 2 GW na Península Ibérica, através de um modelo operacional especializado na promoção de parques eólicos de mais de 500 MW.

Numa primeira fase, a IberBlue Wind pretende concentrar as suas operações em áreas estratégicas.

Em Portugal, o foco principal está nas áreas do Centro e Norte, uma vez que estas têm um elevado potencial de recurso eólico.
Em Espanha, a empresa pretende arrancar com as operações na Andaluzia, onde aspira liderar o avanço da energia eólica offshore flutuante como novo motor económico para a região; e na Galiza, uma das comunidades com maior projeção neste tipo de energia renovável.

Artigo anteriorMobi.e abre hub de carregamento em Viseu
Próximo artigoVolvo Trucks inicia produção em série de camiões pesados elétricos

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of