À primeira vista, as fotos deste modelo parecem do Renault Captur, no entanto, são do novo ASX, SUV que foi desvendado esta terça-feira pela Mitsubishi Motors Europe, num evento especial online a que o Welectric assistiu.

E são parecidas porque os dois modelos são uma espécie de “primos”, pois são feitos na mesma fábrica e pertencem ao mesmo grupo industrial, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que decidiu levar ao extremo a lógica das sinergias.

De facto, o modelo apresenta-se aos consumidores, de um modo surpreendente até, com um visual (quer por fora, quer por dentro) em tudo igual ao do Renault Captur – quase que se pode dizer que muda apenas o logótipo, com o emblema losango da Renault a ser substituído pelos três diamantes da marca japonesa.

A mais recente geração do ASX destinado ao segmento dos B-SUV chegará aos stands em março de 2023.

De resto e aí já sem surpresas, o SUV da Mitsubishi foi desenvolvido com base na plataforma CMF-B (“Common Module Family”) da Renault, aproveitando igualmente as soluções tecnológicas da Renault.

O novo ASX não tem opção 100% elétrica, disponibilizando antes uma motorização híbrida plug-in PHEV, cujo modo Pure garante uma condução 100% elétrica que poderá garantir até 63 km, de acordo com as indicações provisórias fornecidas.

A versão híbrida plug-in (PHEV) conjuga um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma bateria de 10,5 kWh para um débito de 160 cv, “uma configuração que apenas a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi oferece no segmento B-SUV”, realça a Mitsubishi.

O ASX segue, deste modo, a tradição do fabricante nipónico em oferecer a combinação PHEV e SUV, na senda dos Outlander PHEV e Eclipse Cross PHEV.

À data do lançamento estarão disponíveis seis cores da carroçaria, que podem ser conjugadas com um tejadilho em preto nas versões de equipamento mais elevadas.

O novo ASX (acrónimo de “Active Sports X-over”) vem substituir a geração anterior, cujas vendas atingiram mais de 380 mil unidades na Europa.

Num habitáculo decalcado também do Renault Captur, o novo ASX oferece três opções no que respeita ao painel de instrumentos: o painel analógico de base, com ecrã de 4,2 polegadas, o painel digital configurável de nível intermédio, com ecrã de 7 polegadas, e o totalmente personalizável ecrã Digital Driver, de 10 polegadas, que também replica instruções de navegação.

A Mitsubishi, representada em Portugal pela Astara, refere que o ASX vai trazer garantia de série de 5 anos ou 100 000 quilómetros.

Não há ainda indicação quanto a preços.

Este B-SUV será construído na fábrica da Renault em Valladolid, em Espanha, ao lado do Captur.

 Mitsubishi ASX 1.6L PHEV
Comprimento total4228
Distância entre eixos2639
Altura1573
Largura via diant.1561
Largura via tras.1547
Largura total1797
CombustívelGasolina (sem chumbo / E10)
Cilindros / válvulas4/16
Potência máxima (às … rpm, se aplicável)117 kW
Binário máximo (às … rpm)144 Nm (às 3200)
Autonomia elétrica49
Autonomia elétrica em condução urbana63
Tensão da bateria(V)345 V
Capacidade da bateria (kWh)10,5 kWh
Valores familiares CO2 (mín./máx.)29 / 33
Artigo anteriorPortugal é o campeão europeu no fabrico de bicicletas
Próximo artigoAEPF instala primeira Comunidade de Energia Renovável em Paços de Ferreira

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of