O Presidente da República revelou que Portugal está a estudar um quadro de cooperação académica com a nova Faculdade de Sustentabilidade da Universidade de Stanford, na Califórnia, estado onde se calcula que vivam mais de 700 mil luso-americanos.

De visita à Costa Oeste dos Estados Unidos da América, onde tem visitado as comunidades portuguesas, Marcelo Rebelo de Sousa indicou que está a ser equacionada “a hipótese de um quadro que permita desenvolver um relacionamento, desde logo, entre jovens, para estudantes portugueses virem cá”.

Foto: Harry Gregory/Stanford Alumni Association

No campus da Universidade de Stanford, em Palo Alto, Califórnia, o chefe de Estado salienta que a nova Faculdade de Sustentabilidade da Universidade de Stanford “é das escolas mais avançadas do ponto de vista ambiental, ecológico e do ponto de vista de aposta no futuro, e fazer aqui um investimento é fundamental”.

“Estamos aqui numa grande universidade, num sítio que é muito simbólico, Silicon Valley, uma das mais prestigiadas do mundo, e numa escola virada para o futuro, de sustentabilidade”, destacou Marcelo Rebelo de Sousa que participou num seminário sobre “Soluções para um futuro sustentável em Portugal e na Califórnia”.

Foto: Miguel Figueiredo Lopes/Presidência da República

No discurso proferido para uma plateia cpomposta por professores, alunos e empresários, Marcelo Rebelo de Sousa apresentou Portugal como um país que “está na frente” no que respeita à sustentabilidade, salientando o “consenso nacional” sobre a necessidade da descarbonização e da transição energética.

Artigo anteriorDaimler Truck desenvolve software de carregamento para camiões a partir de Lisboa
Próximo artigoInovação da engenharia e tecnologia portuguesas distinguida internacionalmente

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of