Sacos produzidos com roupas velhas à venda nos espaços ReUse Auchan

A MyCloma, uma plataforma online de venda de roupa em segunda mão, produziu um saco feito com roupa não vendável. O tote bag está agora à venda em nove lojas Auchan no espaço ReUse. Parte do valor da comercialização reverte a favor das instituições parceiras do projeto, nomeadamente várias associações e estabelecimentos prisionais.

0
176

O novo tote bag da MyCloma, fabricado com restos de roupa em segunda mão não vendável, e produzido por utentes de várias associações e reclusos de estabelecimentos prisionais, já está à venda nos espaços ReUse Auchan (lojas de Guimarães, Maia, Matosinhos, Gaia, Alverca, Alfragide, Almada, Faro e Portimão). A Auchan Retail Portugal é, assim, o  primeiro retalhista a associar-se à comercialização deste artigo, cuja parte do valor de venda vai reverter a favor das instituições parceiras.

Este é o primeiro produto com assinatura MyCloma e diferencia-se não só por ser produzido com pedaços de roupa que terminariam num aterro, como também pela vertente de capacitação e reinserção social do projeto. Idealizado e desenhado por Inês Juvandes, sócia-fundadora da MyCloma, o tote bag é feito por reclusos do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira e utentes das associações Fios e Desafios e Betel, a quem a MyCloma doou o material e deu formação em costura. Cada peça tem ainda a particularidade de ser única.

tote bag

“Com a venda deste tote bag, estamos a associar-nos a um projeto que não só dá nova vida a roupa que já não poderia ser vendida, como tem também o mérito de promover a capacitação e a reinserção social. Esta é mais uma ação que fortalece a parceria, muito frutuosa, entre a Auchan e a MyCloma, no combate ao desperdício e à promoção da economia circular, que reforça também o compromisso da Auchan com a sustentabilidade, com o combate ao desperdício têxtil e com a responsabilidade social”, sublinha Arlete Paiva, diretora de Universo Têxtil da Auchan Retail Portugal.

 “Este é mais um passo no caminho da nossa missão: tornar o nosso Planeta mais sustentável, promovendo hábitos de consumo e de produção mais conscientes e ambientalmente responsáveis. Desde que fundámos a empresa que queremos que a MyCloma seja muito mais do que uma plataforma de compra e venda de roupa em segunda mão e não podíamos estar mais felizes não só porque lançámos o nosso primeiro artigo, mas também por tudo o que ele simboliza”, destaca Ana Catarina Monteiro, fundadora da MyCloma.

Recorde-se que a Auchan Retail Portugal foi pioneira no retalho em Portugal ao introduzir a roupa em segunda mão à venda em grandes superfícies. A parceria entre a retalhista e a MyCloma, que visa combater o desperdício têxtil, remonta a 2020 e conta já com nove espaços ReUse em lojas Auchan de todo o país. O tote bag MyCloma tem um PVP de 9,99€.

Artigo anteriorReciclagem: comunidades locais dispostas a lançar mais de 170 projetos
Próximo artigoXL-Connect: projeto europeu pretende otimizar carregamento elétrico

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of