Depois do sucesso que tem sido a Academia Ponto Verde, projeto educativo da Sociedade Ponto Verde destinado às comunidades escolares do 2.º e o 3.º ciclo, ensino secundário e profissional, que chega a milhares de alunos em Portugal, é a vez da educação ambiental chegar também aos jardins-de-infância, através daAcademia Ponto Verde Mini.

Educadores de infância e professores têm agora à sua disposição conteúdos específicos e direcionados para os seus alunos, entre os três e sete anos, para dinamizar em contexto de sala de aula. Contos ilustrados, fichas para unir, fichas para colorir e passatempos, fazem parte das atividades preparadas pela Sociedade Ponto Verde e que agora ficam disponíveis no site da Academia Ponto Verde Mini.

Este é mais um projeto desenvolvido e integrado no âmbito da estratégia de Educação Ambiental contínua da Sociedade Ponto Verde, que visa sensibilizar as crianças, desde tenra idade, para a importância da separação de resíduos e participação no processo de reciclagem como forma de preservação do ambiente. Mensagens que são importantes renovar a cada nova geração, com efeitos positivos imediatos, devido ao papel de grandes agentes influenciadores que os mais novos desempenham, e a longo prazo, na formação de futuros adultos e líderes comprometidos com o planeta.

Há 25 anos que a sensibilização e educação ambiental é um dos principais eixos estratégicos de atuação da Sociedade Ponto Verde, que continua a inovar nesta matéria. Também a ONU tem vindo a alertar para a importância e impacto positivo da educação ambiental para o desenvolvimento sustentável, defendendo que esta deve ser uma componente basilar nos currículos escolares a partir de 2025.

“O nascimento, este ano letivo 2022/2023, da Academia Ponto Verde Mini resulta de um foco e visão constantes da Sociedade Ponto Verde em inovar na forma como sensibilizamos a população para a adoção de comportamentos diários tão importantes para um planeta mais sustentável, como o é a reciclagem, fomentando a economia circular e contribuindo para o cumprimento das metas nacionais a que estamos obrigados”, refere Ana Isabel Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde.

“A educação ambiental é um dos principais eixos de atuação da nossa atividade, e, depois da receção tão positiva da Academia Ponto Verde, chegou agora a hora dos mais pequeninos, para quem desenhámos este programa específico que é a Academia Ponto Verde Mini. Faz, para nós, todo o sentido e estamos certos do seu bom acolhimento juntos dos Mini, que também são um público-alvo da Sociedade Ponto Verde”, conclui a CEO.

Portugal tem pela frente exigentes metas de reciclagem para cumprir: 65% dos resíduos de embalagens até 2025, e 70%, até 2030, o que revela igualmente a crescente importância da sensibilização e mobilização de todos para a participação neste processo.

Artigo anteriorQueima de florestas para energia coloca em risco objetivos climáticos da UE
Próximo artigoMicrolino na convocatória de Portugal? Hipótese ganha forma

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of