Projeto Renature Monchique vai plantar mais 75 mil árvores na Serra Algarvia

0
Projeto Renature Monchique vai plantar mais 75 mil árvores na Serra Algarvia

O Renature Monchique, projeto criado em 2019 pelo GEOTA, Grupo de Estudos do Ordenamento de Território e Ambiente, relança-se este mês para o seu 4.º ano de ação com o objetivo de continuar a reflorestar a Serra de Monchique após o incêndio ocorrido em 2018, considerado o maior incêndio da Europa nesse ano e que consumiu quase 28 mil hectares de floresta.

Num momento em que se discutem as alterações climáticas na COP27 o GEOTA recorda que é preciso olhar seriamente para a floresta. Os eventos climáticos extremos, como os grandes incêndios, vão ser cada vez mais destrutivos. O Renature Monchique é um projeto proativo na recuperação das áreas ardidas com o objetivo de criar uma floresta mais resiliente a estes eventos catastróficos.

Para assinalar os quatro anos da iniciativa Renature Monchique, decorreu, dia 10 de novembro de 2022, uma conferência de imprensa sobre o projeto, na Sede da Região de Turismo do Algarve.

“Até março de 2023 estaremos no terreno a ajudar os proprietários desta região através da plantação de mais 75 mil árvores autóctones, desde sobreiros, a castanheiros, medronheiros, carvalhos-cerquinhos, freixos e amieiros. Haverá ainda um reforço e uma grande aposta na plantação do Carvalho-de-Monchique, uma árvore tão emblemática na região e criticamente ameaçada”, explica João Dias Coelho, Presidente do GEOTA.

Este projeto nasceu da necessidade de restaurar as áreas devastadas, de apoiar a comunidade a recuperar da destruição causada pelos incêndios e de mitigar os impactos futuros das alterações climáticas. Até ao momento já foram plantadas mais de 200 mil árvores e ajudados 60 proprietários e suas famílias. O GEOTA coordena este projeto com a ajuda da Ryanair que já contribuiu com um milhão de euros.

Sobre a parceria Thomas Fowler, diretor de Sustentabilidade da Ryanair, afirma que “a Ryanair tem o prazer de estender a sua relação com a região de Monchique pelo quarto ano. Nos últimos três anos, graças às contribuições dos clientes da Ryanair, Monchique pôde reflorestar a serra com mais 200.000 árvores. Com a ajuda da Ryanair, as contribuições dos passageiros permitirão plantar mais 75.000 árvores para este importante projeto.”

João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve,considera que “este é um projeto que acarinho particularmente. Não só por aquilo que representa para a conservação da natureza no Algarve, ao apoiar a recuperação de habitats florestais únicos nas áreas destruídas pelas chamas em 2018, parte dos quais da Rede Natura 2000, mas também por ter tido a oportunidade de o acompanhar desde o início e de assim assistir à sua evolução, até à atual plantação de 200 mil árvores na serra de Monchique. O restauro destas paisagens culturais muito beneficia a competitividade da região, tendo em conta que os turistas de hoje procuram cada vez mais destinos que apostam na sustentabilidade”.

De acordo com Paulo Alves, presidente do Município de Monchique, “o projeto Renature Monchique está a impulsionar o restauro ecológico das áreas afetadas pelo incêndio de 2018, apoiando de uma forma simples e desburocratizada os proprietários e incentivando a realização de uma gestão florestal sustentável num território desgastado pela recorrência dos incêndios rurais. Este projeto mostra que é possível a sociedade contribuir de forma decisiva e responsável para o combate as alterações climáticas e, consequentemente, para o aumento da resiliência do território aos fenómenos climáticos extremos que na Serra de Monchique tem uma máxima expressão nos incêndios rurais, cada vez mais frequentes e violentos. Como o seu nome indica é um projeto de renovação, de esperança no futuro.”

Castelão Rodrigues, diretor Regional do ICNF, afirma que “este projeto insere-se num conjunto de iniciativas em curso para tornar a floresta da serra de Monchique mais resiliente e biodiversa. O ICNF congratula-se por esta ser uma iniciativa da sociedade civil, pois desperta na consciência de todos o que podemos fazer pelos nossos espaços naturais que requerem persistência e perseverança”.

O projeto resulta de uma parceria entre o GEOTA, a Ryanair, a Região de Turismo do Algarve, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e o Município de Monchique.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of