A ABB e a Hydrogen Optimized Inc. (HOI), tecnológica canadiana especializada na produção de hidrogénio verde em escala, assinaram um acordo para expandir o relacionamento estratégico existente entre as empresas.

Isso inclui um investimento da ABB na Key DH Technologies Inc. (KEY), a empresa-mãe da HOI, à medida que procura acelerar o segmento de produção de hidrogénio verde em rápido crescimento com uma arquitetura exclusiva de grande escala. Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

Ao acelerar a colaboração estratégica entre a ABB e a HOI, as duas empresas avançam na implantação de sistemas económicos de produção de hidrogénio verde em grande escala para descarbonizar indústrias de difícil redução que atendem a uma ampla gama de necessidades essenciais – energia, metais, cimento, utilidades, amónia, fertilizantes e combustíveis para aeronaves, navios, caminhões e ferrovias.

As empresas vão também alavancar a sua capacidade e recursos para comercializar rapidamente a tecnologia patenteada de eletrólise de água de alta potência RuggedCell da HOI para as maiores fábricas de hidrogénio verde do mundo.

A eletrólise da água é o processo de aplicação de energia elétrica para dividir a água em hidrogénio e oxigénio. A tecnologia RuggedCell converte eletricidade renovável, como energia hidroelétrica, solar e eólica, em hidrogénio verde para a indústria.

“Estamos ansiosos por desenvolver a relação de trabalho que as nossas empresas têm tido nos últimos dois anos. Está é uma enorme oportunidade para o desenvolvimento do hidrogénio verde”, disse Joachim Braun, presidente da divisão da ABB Process Industries.

“Após uma validação rigorosa da tecnologia RuggedCell, estamos confiantes de que, em combinação com os retificadores de alta potência da ABB, ela pode tornar-se líder de categoria no segmento de hidrogénio verde em larga escala. As nossas tecnologias são complementares e vão fortalecer a proposta de valor da Hydrogen Optimized e vão acelerar a comercialização do RuggedCell”.

“Este acordo posiciona-nos no caminho do sucesso no segmento de grande escala com clientes que exigem instalações de centenas de megawatts a multigigawatts”, disse Andrew TB Stuart, presidente e CEO da KEY e HOI. “A pegada global da ABB, as relações comerciais e a liderança tecnológica em retificadores de alta potência, sistemas de controlo distribuído e automação de fabricação nos fornecem o alcance de mercado e as capacidades para atingir os objetivos de nossa empresa.”

A capacidade global do eletrolisador atingirá cerca de 3.100 gigawatts até 2050, de acordo com um relatório de junho de 2022 publicado pela DNV.

O grupo prevê que o hidrogénio verde baseado em eletricidade será a forma dominante de produção de hidrogénio até meados deste século, respondendo por 72% da produção.

Os recursos do investimento da ABB na KEY, liderados pela ABB Technology Ventures (ATV), serão usados ​​para promover o desenvolvimento da propriedade intelectual da HOI, desenvolver capacidades corporativas para aumentar a atividade comercial e introduzir manufatura automatizada e robótica. Isso acelerará o lançamento da fabricação de eletrolisadores em escala de gigawatts.

Artigo anteriorUma campanha oceanográfica a olhar para o futuro da conservação marinha
Próximo artigoAstara Team, a equipa carbono zero à conquista do Dakar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of