A Mobi.E abriu ao funcionamento o novo hub de Matosinhos, que é o sétimo de um total de nove hubs que a gestora da mobilidade elétrica se dispôs a inaugurar. A nova infraestrutura permite o carregamento de 14 veículos em simultâneo.

O novo hub, situado na Rua Dr. Manuel Rodrigues de Sousa, nº 92, será operado pela Kilometer Low Cost (KLC) e, com esta infraestrutura de carregamento, o concelho de Matosinhos passa a contar com um total de 88 postos de carregamento ligados à rede Mobi.E, correspondendo a 149 pontos de carregamento.

Em termos de hubs, neste momento, já estão em funcionamento os hubs de Leiria, Guimarães, Loures, Loulé, Viseu, Coimbra e Matosinhos, seguindo-se brevemente Almada e Vila Nova de Gaia.

Cada hub é constituído por um posto de carregamento ultrarrápido (150 kW), três postos de carregamento rápido (50 kW), cinco postos de carregamento normal (22 kW) e um posto de transformação, permitindo o carregamento simultâneo de 14 veículos.

Este projeto piloto totaliza nove hubs em cidades de elevada procura e 12 Postos de Carregamento Ultrarrápido (PCURs), noutras tantas cidades do interior, num investimento superior a 3 milhões de euros, integrado no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), promovido pelo Governo e cofinanciado pelo Fundo Ambiental.

“Os meus parabéns à cidade de Matosinhos por receber este hub de carregamento, numa iniciativa do Governo, que visa reforçar a rede Mobi.E, privilegiando o aumento da oferta de potência. É mais um passo que serve para aumentar a confiança dos condutores nesta infraestrutura de carregamento totalmente integrada e ajudar a reduzir as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera associadas à mobilidade”, refere Luís Barroso, presidente da Mobi.E.

“A KLC garantirá que os equipamentos estarão permanentemente em funcionamento, com tarifários justos e diferenciados, permitindo a máxima comodidade para o utilizador. Colocar este hub em funcionamento é uma ótima forma de iniciar 2023, ano em que a KLC continuará a contribuir para o desenvolvimento da mobilidade elétrica, trabalhando diariamente para se tornar o player número um neste setor”, sublinha Pedro Nunes, CEO da KLC.

Artigo anteriorNestlé celebra 100 anos e planta um árvore por cada colaborador
Próximo artigoVai ser criado um Centro de Formação para a Transição Energética. Para que serve?

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Nuno José Almeida Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nuno José Almeida
Visitante
Nuno José Almeida

Peço desculpa mas não é a Mobi-e a KLC. O Operador é a KLC.