A Suzuki vai marcar presença no Salão automóvel de Tóquio, que se realiza no Tokyo Big Sight, de 26 de outubro a 5 de novembro de 2023. Apesar de ser um pequeno construtor, a Suzuki desvendará diversos projetos de uma assentada no certame nipónico.

Destacamos os que nos pareceram mais inovadores ou “fora da caixa”:

eVX: o primeiro VE global da Suzuki

Apresentado pela primeira vez na Auto Expo 2023, em janeiro de 2023, na Índia, o design exterior evoluiu, e o interior é revelado pela primeira vez.

O eVX será o futuro Vitara elétrico, apresentando-se com um comprimento de 4300 mm, 1800 mm de largura e 1600 mm de altura.

A autonomia projetada é de 500 km

eWX: mini-crossover EV

O eWX é um pequeno crossover de 3395 mm de comprimento, cuja autonomia elétrica é de 230 km.

e Every Concept: o minifurgão BEV

Veículo comercial ligeiro 100% elétrico desenvolvido conjuntamente pela Suzuki, Daihatsu e Toyota, este e Every Concept fornece também eletricidade a partir do veículo em caso de emergência. Mede 3395 mm e tem uma autonomia de 200 km.

MOQBA: mobilidade de nova geração com quatro patas

Proposta de mobilidade de nova geração, o MOQBA utiliza rodas e quatro patas para aqueles que enfrentam barreiras no transporte, como degraus, inclusivamente em regiões com um transporte público desenvolvido. Este veículo pode deslocar-se com as rodas por caminhos planos e facilmente subir e descer escadas graças às patas articuladas.

SUZU-Ride / SUZU-Cargo: mobilidade elétrica pessoal/multiusos

Outro projeto da Suzuki em termos de mobilidade elétrica é um monolugar, que oferece a comodidade de uma trotinete elétrica, ao mesmo tempo tornando difícil capotar, por ter quatro rodas. À versão de passageiros (Suzu-Ride), soma-se uma variante de mercadorias (Suzu-Cargo).

LM-A: um robô de distribuição de última milha

Robô de distribuição desenvolvido em conjunto com a Lomby, empresa que se ocupa de questões sociais no sector da logística, este veículo LM-A oferece uma solução às pessoas que não podem ir às compras devido ao ambiente em que vivem, ou por motivos de saúde.

A Suzuki desenvolve o motor e a plataforma, enquanto a Lomby desenvolveu o espaço de carga, o sistema de controlo remoto/autónomo e o sistema de baterias intermutáveis.

e-PO: ciclomotor elétrico dobrável

O e-PO é um ciclomotor elétrico dobrável, equivalente a 50 cc, desenvolvido conjuntamente pela Suzuki e pela Panasonic Cycle Technology, que faz uso da bateria e das unidades de propulsão das e-bikes.

Possui uma função de assistência mais potente do que as das e-bikes convencionais, e é capaz de circular em estrada aberta. Conta com três modos de condução: totalmente elétrico, assistido e a pedal.

e-Burgman: protótipo de scooter elétrica

Trata-se de uma scooter elétrica equivalente a 125 cc, com que a Suzuki iniciou um projeto de demonstração a partir de abril de 2023, utilizando o serviço de baterias intermutáveis partilhadas da Gachaco.

Burgman com motor a hidrogénio (modelo de testes)

A marca japonesa está a levar a cabo a investigação e desenvolvimento de motores a hidrogénio como uma das suas múltiplas iniciativas para alcançar a neutralidade carbónica.

Será exibido um corte do modelo de testes baseado na Burgman 400 ABS disponível no mercado, equipado com um depósito de hidrogénio de 70 MPa, e um motor a hidrogénio.

Small e-outboard concept

Leve e compacto, este motor pode ser transportado num minicarro ou numa embarcação, e o pack de baterias pode ser utilizado enquanto power bank portátil, para carregar smartphones ou outros aparelhos, ao ar livre ou em acampamentos.

Este equipamento possui um dispositivo de recolha de microplásticos.

Artigo anteriorRaiz Vertical Farm quer levar a agricultura para as cidades
Próximo artigoProjeto de hidrogénio verde em Sines reforçado com mais 1500 milhões de euros